terça-feira, 20 de setembro de 2011

O que a Biblia diz sobre Ateísmo

A tolice do Ateísmo surge a partir do coração pecaminoso do homem.Nenhuma pessoa torna se ateísta por causa de argumentos,mas sim por causa do pecado e seu coração.Não existe um unico argumento conclusivo que prove a não existência de Deus.Em Romanos 1:19 a Bíblia diz que os ateus não negam a Deus pela lógica,mas pela injustiça:"os homens suprimem a verdade pela injustiça". A bíblia afirma que o ateu nega a existência por que ele decidiu viver no pecado,ou seja é confortavel para ele crê que Deus não existe.E é através dessa ideologia que o mesmo justifica a sua vida de pecado e de imoralidade,é arrogante,irresponsável,arrogante e  mentiroso como afirmou Agostinho:"Ninguém nega a Deus,a não ser que lhe interesse que Deus não exista".A Bíblia desqualifica o ateísmo como crênça válida revelando a sua irracionalidade,inconsistência e incoerência.Dessa maneira  Palavra de Deus não se importa com o ateísmo,Ela se preocupa com a idolatria.O primeiro dos dez mandamentos é contra a idolatria,o grande perigo da civilização não e o que le creia em Deus,mas que ela se entregue a  fantasias e imaginações ímpias.Agrande pergunta não é:"Deus existe?"e sim "que tipo de Deus existe?"É por isso que Jesus também não se preocupava com esta questão,sua única preocupação era se as pessoas criam Nele.
A Bíblia não faz muitas citações a este assunto,o homem ja nasce com o desejo de servir e adorar um deus,mas nós cristãos sabemos que existe somente um Deus:"Esta é a vida eterna:que Te conheçam,o Unico Deus verdadeiro e a Jesus Cristo a quem enviaste"(João 17:03)
Texto:Pr.Davi Lago e adaptado por Pr.Maciel Frederico

Davi Lago é pastor auxiliar na Mocidade da Igreja Batista Getsêmani Mestrado em Teoria do Direito pela PUC Minas, com estudos sobre Protestantismo e Constitucionalismo. Publicou a obra O Cristão, a Igreja e a Política (2010) em co-autoria com Daniel Lança.
Como apologista cristão realizou palestras na UFMG, na PUC/MG, na Universidade Newton Paiva, na Faculdade de Direito Milton Campos, entre outras. Escreveu os livros Mais que um mártir (2009) – sobre a historicidade de Jesus Cristo, e Investigando Jesus (2009) – uma análise sobre a vida, morte e ressurreição de Cristo.
Como pregador viaja por inúmeras cidades para anunciar com muita alegria o evangelho de Jesus.









Nenhum comentário:

Postar um comentário